Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pinguim amora

- por tentativa e erro e com um amor incondicional, lá nós vamos fazendo mães e pais - alerta parental: este é um blog de partilha de experiências, não um compêndio.

pinguim amora

- por tentativa e erro e com um amor incondicional, lá nós vamos fazendo mães e pais - alerta parental: este é um blog de partilha de experiências, não um compêndio.

Sab | 08.09.18

bolachas de aveia sem açúcar

mami

olha o belo do biscoito 

quando a princesa começou a querer “trincar” e aliviar o desconforto das gengivas, comecei a   pesquisar várias receitas de bolachas – quis evitar as de compra por terem adição de açúcar (de forma expressa ou velada).

após várias tentativas – algumas com resultados tão rijos que nem o cão lhes pegou, heis que cheguei a uma receita que nos deixou verdadeiramente satisfeitas. fiz apenas uns pequenos ajustes à receita original do blog as papinhas da xica - este blog é uma deliciosa perdição. 

 

- bolachas de aveia -

esta receita dá para 8 biscoitos 

4 colheres de sopa de farelo de aveia

2 colheres de sopa de flocos finos de aveia

1 colher de chá de óleo de coco

1 banana madura

2 damascos secos pequenos (cortados aos pedacinhos)

 

preparação:

esmaga a banana e mistura a aveia. adiciona o óleo de coco e o damasco. envolve bem. verifica a consistência, se necessário acrescenta mais farelo de aveia (a massa fica húmida mas sem escorrer de modo a conseguires moldar as bolachas). faz as bolachas do tamanho que preferires, coloca num tabuleiro sobre papel vegetal e leva ao forno (pré-aquecido a 180.ºc) durante 15 minutos (aproximadamente).

 

notas:

1) como o tamanho da banana e a sua consistência é uma variável, poderá ser necessário ajustar a quantidade de aveia.

2) o tempo no forno também poderá variar em função do tamanho dos biscoitos e do próprio forno.

3) a receita pode ser feita sem a adição dos damascos. caso optes por os colocar tenta comprar os que são secos sem adição de açúcar.

4) a princesa come estas bolachas desde os 7 meses e meio quanto tinha apenas os dois dentinhos de baixo - mas a verdade é que as gengivas são bastantes duras e funcionam quase como dentes. come-as sempre com a supervisão de um adulto; já tivemos que, por precaução, tirar-lhe da boca um bocado maior … e nem imaginam como ficou danada 

 

41171268_253229448667886_1987619420440100864_n.jpg

 

estas bolachas foram uma excelente companhia nas nossas idas à praia, sobretudo ao final da tarde… ajudavam a “atrasar” o jantar.

4 comentários

Comentar post